Presidente do TST determina manutenção de 80% do contingente durante a greve de Furnas

Presidente do TST determina manutenção de 80% do contingente durante a greve de Furnas

A presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministra Maria Cristina Peduzzi, determinou que os empregados de Furnas Centrais Elétricas S.A. mantenham em atividade o contingente mínimo de 80% em cada setor ou unidade da empresa durante a greve da categoria, que começou na segunda-feira (17/01). Entenda o caso na reportagem.

 

Mais de 12 anos trabalhando com excelência para nossos clientes.