Empregado de laboratório farmacêutico não receberá adicional de insalubridade

Empregado de laboratório farmacêutico não receberá adicional de insalubridade

                         Baixe o áudio
      

 

A Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho absolveu a Libbs Farmacêutica Ltda., de Porto Alegre (RS), do pagamento do adicional de insalubridade a um propagandista-vendedor. De acordo com o colegiado, as visitas a consultórios médicos, clínicas, postos de saúde e hospitais para divulgar os medicamentos do laboratório não constam da lista de atividades e operações consideradas insalubres pelo Ministério do Trabalho.

Saiba mais com a repórter Michelle Chiappa. Clique e ouça!

Processo: RAg-326-83.2013.5.04.0028.

Mais de 12 anos trabalhando com excelência para nossos clientes.