Boletim ao vivo | Empresa de cruzeiros marítimos é condenada por exigir teste de HIV para admissão de camareira

Boletim ao vivo | Empresa de cruzeiros marítimos é condenada por exigir teste de HIV para admissão de camareira

                         Baixe o áudio
      

 

A Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) condenou a Pullmantur S.A., operadora de navios de cruzeiro, a pagar R$ 10 mil de indenização a uma camareira de São Bento do Sul (SC) submetida à realização de teste de HIV para poder ser admitida. A exigência como requisito para admissão no emprego constituiu, segundo o colegiado, conduta discriminatória e violou a intimidade e a privacidade da trabalhadora.

Ouça os detalhes na reportagem com Michelle Chiappa.

Mais de 12 anos trabalhando com excelência para nossos clientes.